sexta-feira, 17 de julho de 2015

Presidente da Camara Federal - Eduardo Cunha pediu propina de US$ 5 milhões, diz delator da Lava Jato

Eduardo Cunha é alvo de um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF). Foto: Divulgação
Eduardo Cunha é alvo de um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF). Foto: Divulgação
Em depoimento à Justiça Federal, um dos delatores da Operação Lava Jato, Júlio Camargo, disse que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pediu US$ 5 milhões em propina referentes a contratos com navios-sonda da Petrobras. Segundo ele, o peemedebista disse que era “merecedor” do dinheiro em uma reunião no Rio de Janeiro, da qual também teria participado o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano.

Antigo consultor da Toyo Setal, o delator disse que procurou o doleiro Alberto Youssef para tentar resolver o que considerou uma “emergência” – a suposta pressão de Cunha para o pagamento de cerca de US$ 10 milhões em propina referente a navios-sonda, sendo que a parte dele ficaria em US$ 5 milhões. “O deputado não aceitou eu pagar só a parte dele. ‘Você pode até pagar o Fernando (Baiano) mais dilatado, mas o meu eu preciso rapidamente'”, relatou a suposta fala do peemedebista.

Questionado por que não havia dado as informações em outros depoimentos, Camargo disse que imaginou que só poderia falar sobre o deputado na Procuradoria Geral da República (PGR), por causa do foro privilegiado, mas também relatou receio. 

“É uma pessoa que age não diretamente e tem que ameaçar você através de terceiros, já é uma pessoa a quem deve se ter todo cuidado. Além do mais, estamos falando de uma pessoa que dizia ter o comando de 260 deputados e depois na eleição para líder do Congresso isso se constatou. Uma pessoa de alto poder de influência, onde eu fico preocupado”, disse.

0 comentários:

Postar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

REGRAS PARA FAZER COMENTÁRIOS:
Se registrar e ser membro do Blog; Se identificar (não ser anônimo); Respeitar o outro; Não Conter insultos, agressões, ofensas e baixarias; A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica; Buscar através do seu comentário melhorias para nossa cidade.

A BOCA FALA AQUILO QUE O CORAÇÃO ESTÁ CHEIO. E O NOSSO ESTÁ CHEIO DE AMOR! JUNTOS SOMOS MAIS.