E AGORA JOSÉ?? Agripino Aparece na Lista de Senadores Investigados Pelo Supremo Tribunal Federal

agripino_PT

A revista Congresso em Foco divulgou uma lista de senadores que respondem a inquérito e ação penal no STF. Dentre os nomes está o senador José Agripino (DEM), que é acusado por um delator de ter recebido R$ 1 milhão fruto de um esquema de fraudes no DETRAN-RN.

Agripino é mencionado em delação premiada feita por um empresário potiguar na Operação Sinal Fechado. George Olímpio disse ter pagado propina para aprovar, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, lei sob medida para os seus negócios no DETRAN estadual. O senador foi um dos beneficiados, segundo ele. O caso tramita no Supremo como Inquérito 4011, por corrupção passiva.

Em nota à imprensa, Agripino diz não entender as razões que levaram à “reabertura deste assunto” no STF. Ele diz que o próprio acusador já o havia isentado de participação no esquema. A fraude, de acordo com a delação, começou com a prestação de serviços de cartório de seu instituto para o Detran do Rio Grande do Norte. Cabia à empresa de George cobrar uma taxa de cada contrato de carro financiado no estado: a cada R$ 75 cobrados pelo serviço, R$ 15 foram distribuídos como propina a integrantes do governo entre 2008 e 2011, de acordo com o empresário.