84 mil Meninas, Entre 9 e 11 Anos, Devem Tomar a Vacina Contra HPV

O Ministério da Saúde está promovendo mobilização nacional para incentivar pais e responsáveis a levarem as meninas de 9 a 11 anos para tomar a segunda dose da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV). 

As adolescentes desta faixa etária tomaram a primeira dose da vacina há seis meses, portanto devem retornar a um posto para receber a segunda dose. A vacina protege contra quatro subtipos de HPV, sendo dois responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do útero, que é a terceira causa de morte de mulheres no Brasil.

A vacina protege contra quatro subtipos de HPV, sendo dois responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do úteroA vacina protege contra quatro subtipos de HPV, sendo dois responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do útero

No Brasil, até agosto, 2,5 milhões de meninas de 9 a 11 anos foram vacinadas contra HPV. Isso representa 50,9% do público-alvo, formado por 4,9 milhões de adolescentes nesta faixa-etária. No ano passado, quando a vacina foi disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS), 101,8% do público estimado foi vacinado com a primeira dose, alcançando 5 milhões de meninas de 11 a 13 anos. Entretanto, só 3 milhões procuraram uma unidade de saúde para tomar a segunda dose, o que representa 60%, sendo que a meta do Ministério da Saúde é vacinar 80% do público–alvo.

Rio Grande do Norte

Neste ano, 36,2 mil adolescentes de 9 a 11 anos tomaram a primeira dose da vacina contra HPV no Estado do Rio Grande do Norte, até o mês de agosto. O quantitativo representa 43% do público-alvo formado por 84,2 mil meninas nessa faixa-etária no Estado. No ano passado, quando a vacina foi disponibilizada no SUS, 95,3% do público estimado foi vacinado com a primeira dose, alcançando 79,8 mil meninas de 11 a 13 anos, no Rio Grande do Norte. Entretanto, só 41,9 mil destas meninas procuraram uma unidade de saúde para tomar a segunda dose, o que representa 49,8% do público.