Bancários Avaliam Nesta Segunda-Feira Proposta de Reajuste de 10% Para Fim da Greve

Bancários de várias cidades do país participam de assembleias, no final da tarde de hoje (26), para avaliar a proposta dos bancos de reajuste de 10% nos salários. O Comando Nacional dos Bancários orienta a aceitação da proposta e o fim da greve. No entanto, os profissionais do Rio Grande do Norte cogitam a possibilidade de manutenção da paralisação.

Bancários do Rio Grande do Norte avaliarão se retornam ao trabalhoBancários do Rio Grande do Norte avaliarão se retornam ao trabalho

A Federação Nacional dos Bancos (Fanaban) propôs reajuste de 10% sobre salários, benefícios e participação nos lucros. A federação também propôs correção de 14% no vale-refeição e no vale-alimentação.

Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), os banqueiros aceitaram abonar 63% das horas dos trabalhadores de 6 horas, de um total de 84 horas, e 72% para os trabalhadores de 8 horas, de um total de 112 horas. Apesar disso, ainda não há consenso na categoria.

De acordo com a coordenadora do Sindicato dos Bancários do RN, Marta Turra, a proposta dos bancos não atende aos pleitos da categoria, principalmente por não haver a previsão da convocação de novos funcionários concursados (Banco do Brasil, Caixa e Banco do Nordeste) e também pontos relacionados a benefícios aos profissionais, como plano de saúde e plano de carreira. O reajuste de 10%, de acordo com Turra, é somente a reposição da inflação e não repõe perda histórias nos vencimentos dos bancários.

"O que percebo é um sentimento de indignação da categoria e, mesmo que em outros estados eles retornem, poderemos continuar a greve aqui. Mas isso vai depender da assembleia", disse Marta Turra.

O Sindicato dos Bancário do RN terá assembleia às 18h, nesta segunda-feira (26), na sede do órgão, na Cidade Alta.