Greve nos Bancos só Será Decidida Nesta Segunda-Feira (26)

Resultado de imagem para Greve nos bancos só será decidida na segunda-feiraA greve dos bancários entra para a terceira semana mantendo o impasse nas negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Ontem, a entidade ofereceu à categorias um reajuste salarial de 10%, além de participação nos lucros e aumento de 14% no valor dos vales refeição e alimentação  A direção do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários do Rio Grande do Norte se reuniu, à tarde, para avaliar a nova proposta, mas uma definição sobre a volta ao trabalho só será tomada na assembleia geral marcada para a noite de segunda-feira (26), na sede da avenida Deodoro da Fonseca, nº 419, Cidade Alta.
Junior Santos

O Sindicato dos Bancários do RN informou, por intermédio de sua assessoria de comunicação, que em face da contraproposta da Fenaban, o comando nacional da greve suspendeu as negociações,s em responder se rejeita ou não o que foi oferecido pelos bancos. A nova proposta da Fenaban traz descontos dos dias parados ou compensação, à escolha do empregado. O comando de greve depois de encerrar as negociações com a Fenaban, iniciará negociações específicas com as instituições financeiras oficiais – Banco do Brasil e Caixa Econômica.

Na avaliação inicial dos bancários, houve um fortalecimento da greve, primeiro porque a contraproposta da Fenaban chega às vésperas de começar o calendário de pagamento dos aposentados e pensionistas da Previdência Social, que se inicia nesta segunda-feira e vai até o começo da próxima semana e, em seguida, também se inicia o pagamento da folha salarial dos empregados da iniciativa privada e funcionalismo publico.

Enquanto perdura a greve  dos bancários, o setor de compensação das instituições financeiras é o único que não sofre com a paralisação.  Segundo a Fenaban, os clientes dos bancos podem realizar saques, transferências e outras operações por canais alternativos de atendimento: caixas eletrônicos, internet banking, aplicativos no celular (mobile banking), telefone, além de casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos credenciados.