Forças Armadas Vão combater o Mosquito da Dengue a Partir de Janeiro no RN



 
A partir de janeiro, militares do Exército, Força Aérea Brasileira e Marinha do Brasil entrarão em campo para combate o Aedes aegypti no Rio Grande do Norte. Em coletiva de imprensa na tarde de hoje (9), a Secretaria de Estado de Saúde Pública confirmou o reforço dos militares no combate ao mosquito em oito municípios potiguares. Uma capacitação será realizada entre os dias 22 e 23, 29 e 30 de dezembro. De acordo com o Ministério da Defesa, 700 militares vão atuar no RN.
 
As equipes serão compostas por dois militares e um agente de endemias, irão percorrer as casas, diariamente, para identificar focos do mosquito. De acordo com a Sesap, foram escolhidos municípios que concentram 80% da incidência dos casos de dengue do estado; entre eles estão Natal, Parnamirim, Macaíba, Ceará-Mirim, Santa Cruz, Caicó, Assú e Mossoró.

"Eles irão potencializar a ação dos agentes de endemias, com a identificação de focos", afirma Cristiane Fialho, coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Sesap. Além do Exército, a Sesap também já dispõe de 21 carros fumacês para apoiar os municípios, e se prepara para a aquisição de larvicidas e UBVs portáteis.

Com a aproximação do verão, também se inicia o período de proliferação do mosquito. Somente até dezembro, o RN registrou 26.854 casos suspeitos de dengue, dos quais 5.642 foram confirmados. O sinal de alerta está aceso porque o mosquito também dissemina a chikungunya -- com 4.033 casos notificados no estado até dezembro, mas nenhum confirmado --, e 6.336 casos suspeitos de Zyka Vírus, com 73 confirmações. 



 
#Fonte: Tribuna do Norte.