sábado, 5 de dezembro de 2015

RN Vai Precisar de R$ 336 Milhões Para Garantir Água

Diante a previsão de uma nova seca em 2016, o  governo do Estado vai pedir R$ 336 milhões ao governo Federal para pôr em prática o Plano Emergencial de Segurança Hídrica. Com reunião marcada em Brasília, secretários estaduais apresentarão o documento que prevê as seguintes ações:  perfuração de poços profundos onde ainda há água; compra de máquinas para  perfuração; instalação de adutoras, dessalinizadores; e sistema de abastecimento por carro-pipa durante seis meses. 

Em função das dificuldades financeiras de municípios e do governo estadual, a única fonte de recursos para executar o plano na íntegra seria a União. “O plano é muito bem consolidado. Não sei se obteremos todos esses recursos de uma única vez. Iremos atuar elencando critérios de emergência”, disse Tatiana Mendes Cunha, secretária-chefe do Gabinete Civil. 

O secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Mairton França, afirma que já observa uma migração de pessoas para do semiárido para a região litorânea do Rio Grande do Norte em função da seca. “É importante que a gente coloque toda a necessidade que temos. Caso não seja atendida, teremos um 2016 preocupante”, considerou. No plano emergencial, é previsto o deslocamento de 1 milhão de pessoas fugidas da seca para a Grande Natal e região litorânea. O documento não cita qual foi a metodologia adotada para chegar a esse dado. 

 No campo econômico, a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca (SAPE) já calcula perdas de cerca de R$ 3,8 bilhões na agricultura e no comércio, em 2015, decorrentes do quarto ano consecutivo de estiagem. Diante dessa situação, o governo estadual quer a execução imediata do plano que, conforme o titular da Semarh, foi recomendação da presidente Dilma Rousseff para viabilizar recursos.   
 

0 comentários:

Postar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

REGRAS PARA FAZER COMENTÁRIOS:
Se registrar e ser membro do Blog; Se identificar (não ser anônimo); Respeitar o outro; Não Conter insultos, agressões, ofensas e baixarias; A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica; Buscar através do seu comentário melhorias para nossa cidade.

A BOCA FALA AQUILO QUE O CORAÇÃO ESTÁ CHEIO. E O NOSSO ESTÁ CHEIO DE AMOR! JUNTOS SOMOS MAIS.