terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Brasileiro Ganhou Premio da Fifa De Gol Mais Bonito de 2015

Ao menos ontem, o desconhecido Wendell Lira pode se orgulhar por ter batido um dos melhores jogadores de todos os tempos. O brasileiro, mais um que vive o lado menos glamouroso do sonho de ser profissional no futebol, alcançou o auge na carreira e teve seu gol, marcado com a camisa do pequeno Goianésia (será adversário do ABC na Copa do Brasil, mas sem o atacante, que já está no Vila Nova), escolhido como o mais bonito do ano pela Fifa. Por isso, recebeu o Prêmio Puskas, deixando para trás ninguém menos que Lionel Messi.

Wendell Lira emocionou a plateia após ser escolhido pela FifaWendell Lira emocionou a plateia após ser escolhido pela Fifa

Em meio a astros presentes à festa de gala da Fifa, em Zurique, como Luis Enrique, Neymar, Cristiano Ronaldo, Iniesta, entre outros, Wendell Lira se destacou. Subiu no palco e mostrou toda sua humildade ao agradecer a Deus e à família apenas pela oportunidade de estar ali, entre tantos ídolos.

"É uma honra e um momento único na minha vida estar aqui e conhecer tantos jogadores famosos, que eu conhecia apenas pelo vídeo game. Eu agradeço à minha família e a todos que votaram em mim. Quero agradecer minha esposa e minha filha, que ficou no Brasil", disse o jogador antes de citar uma passagem bíblica.


O golaço marcado pelo então jogador superou as pinturas de Alessandro Florenzi e Lionel Messi em palcos bem mais deslumbrantes do futebol. O italiano marcou contra o Barcelona do meio de campo, pela Liga dos Campeões, no Estádio Olímpico de Roma, enquanto o argentino finalizou uma linda arrancada desde o meio de campo diante do Athletic Bilbao, no Camp Nou, pela final da Copa do Rei.

Mas o voleio de Wendell Lira no Serra Dourada foi suficiente para batê-los. Em meio a uma campanha que mobilizou boa parte do Brasil, a eleição pela internet lhe garantiu 46,7% dos votos, contra 33,3% de Lionel Messi e 7,1% de Florenzi.

Com a honraria desta segunda, Wendell Lira se tornou o segundo brasileiro a conquistar o Prêmio Puskas, igualando o feito de Neymar, quando ainda atuava pelo Santos em 2011. Os outros vencedores foram Cristiano Ronaldo, em 2009, Hamit Altintop, em 2010, Miroslav Stoch, em 2012, Zlatan Ibrahimovic, em 2013, e James Rodríguez, em 2014.

0 comentários:

Postar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

REGRAS PARA FAZER COMENTÁRIOS:
Se registrar e ser membro do Blog; Se identificar (não ser anônimo); Respeitar o outro; Não Conter insultos, agressões, ofensas e baixarias; A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica; Buscar através do seu comentário melhorias para nossa cidade.

A BOCA FALA AQUILO QUE O CORAÇÃO ESTÁ CHEIO. E O NOSSO ESTÁ CHEIO DE AMOR! JUNTOS SOMOS MAIS.