Parem de me culpar”, diz adolescente vítima de estupro

A adolescente de 16 anos que foi vítima de um estupro coletivo no Rio apagou seu perfil no Facebook no fim da tarde deste sábado. Mais cedo, ela voltou a usar a rede social para refutar acusações de que busca apenas atrair atenção com sua história. Ao longo do dia, suas postagens mais recentes foram coalhadas de comentários depreciativos, de homens e mulheres, criticando seu comportamento e acusando-a de não ter sido estuprada. Alguns chegavam a oferecer links para os vídeos do crime.

A adolescente aderiu à campanha “Eu luto pelo fim da cultura do estupro”, colando os dizeres acima de sua foto de perfil no Facebook. A jovem ainda pediu que parem de culpá-la pela violência sofrida. “A culpa nunca é da vítima”, escreveu. “Não, eu não quero mídia, não fui eu que postei fotinha (sic) muito menos vídeo! Então parem de me culpar quem errou e procurou não fui eu!”, disse a menina, que relatou ter sido atacada por 33 agressores.