O Jovem Eleitor Tem Interesse na Política e Votam Para Valorizar Cidadania


3465d395-852f-41e5-996d-af0a34791204

O interesse dos jovens de 16 e 17 anos em votar nas eleições e de participar ativamente da vida política brasileira mostra-se permanente. Na eleição municipal de 2012, esse interesse retornou, por exemplo, ao mesmo nível do pleito de 2008. Na última eleição, o eleitorado de 16 e 17 anos atingiu a marca de 2.913.627, sendo 1.157.551 (0,82%) de eleitores com 16 anos e 1.756.076 (1,25%) com 17 anos. Conforme a Constituição Federal de 1988, o voto é facultativo aos jovens de 16 e 17 anos.

Já em 2008, o eleitorado dessa faixa etária alcançou 2.923.485. Havia caído para 2.391.092 nas eleições gerais de 2010. Em 2008, os eleitores de 16 anos somavam 1.119.632 (o equivalente a 0,85% do eleitorado na época), e os de 17 anos chegaram a 1.803.853 (1,38%). Já em 2010, os eleitores de 16 anos diminuíram para 900.754 (0,66%), e os de 17 anos para 1.490.338 (1,09%). Os números mostram o maior interesse dos jovens pelas eleições municipais do que pelas nacionais.

Sobre o interesse maior dos jovens de 16 e 17 anos em participar e votar nas eleições municipais do que nas nacionais (presidenciais), o professor ressalta que “o jovem está muito mais próximo de tudo o que se passa em sua cidade”, mostrando se identificar mais com um pleito local do que com um de caráter geral.