domingo, 9 de outubro de 2016

Evitada por ABC e América, Arena das Dunas pode dar Prejuízo de R$ 452 milhões ao Governo do RN


Informação foi dada pelo Tribunal de Contas do Estado, que analisou a possibilidade da continuação do contrato entre governo e consórcio, previsto para terminar em 15 anos

O jogo da seleção brasileira nesta quinta-feira (6) lotou a Arena das Dunas, em Natal, pela primeira vez no ano. Construído para receber quatro partidas da Copa do Mundo, o estádio se tornou um problema milionário para o governo do Estado e para os clubes da cidade.

Técnicos do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte afirmam que se o contrato entre o governo potiguar e a OAS for mantido, em 15 anos, o prejuízo para os cofres públicos alcançará R$ 451,77 milhões.

Sem dinheiro e torcida para bancar os custos de operação, que podem chegar a R$ 90 mil por partida, ABC e América-RN consideram inviável usar o estádio.
As equipes já montam estratégias para fugir da arena padrão Fifa, que custou mais de R$ 400 milhões ao ser construída para o Mundial.

Neste ano, o ABC suspendeu o contrato que o obrigava atuar mais da metade dos jogos da Série C no local. O clube passou a jogar no Frasqueirão, acanhado estádio de 15 mil lugares.

“Jogar na Arena das Dunas foi uma decisão equivocada da diretoria anterior. A operação é caríssima. E não serve para a nossa realidade”, afirmou o presidente do clube, Judas Tadeu.

O América-RN ainda usa a arena. O clube, porém, pretende inaugurar no próximo ano a sua própria casa, com capacidade para apenas 8 mil fãs. O plano é mandar seus jogos no novo estádio.

Os dois clubes receberam cerca de R$ 2 milhões de adiantamento para jogar no moderno estádio até 2019.

Com uma média de público de cerca de 4 mil torcedores neste ano na Arena das Dunas, o América-RN tenta cortar custos e só abre no máximo dois setores em suas partidas no estádio.

“Não sobra quase nada para o clube quando jogamos lá. O importante dessa experiência é que nos forçou a encarar o futebol mais profissionalmente. Até a inauguração do nosso estádio, temos que continuar aqui”, afirmou Diogo Pignatário, diretor jurídico da equipe potiguar.

0 comentários:

Postar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

REGRAS PARA FAZER COMENTÁRIOS:
Se registrar e ser membro do Blog; Se identificar (não ser anônimo); Respeitar o outro; Não Conter insultos, agressões, ofensas e baixarias; A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica; Buscar através do seu comentário melhorias para nossa cidade.

A BOCA FALA AQUILO QUE O CORAÇÃO ESTÁ CHEIO. E O NOSSO ESTÁ CHEIO DE AMOR! JUNTOS SOMOS MAIS.