'Novas" Marcas já Representam 22,9% do Mercado de Celulares

IMG_1950

Sonho de consumo entre os brasileiros, os smartphones que lideram a lista de compras deste fim de ano ostentam marcas ainda pouco conhecidas da maior parte do público. Num mundo além das linhas Galaxy, da Samsung, e iPhone, da Apple, uma nova geração de nomes como Quantum, Zenfone, Pop, Vibe, Fly, Müv e Idol vêm ganhando cada vez mais adeptos no Brasil e fazendo forte investimento no varejo. Impossível não notar a força das novatas, que, juntas, diz a consultoria IDC, já somam 22,9% do mercado nacional.

Mas, apesar da concorrência das novas marcas e do aumento da escala, os preços dos aparelhos, em geral, seguem elevados. O valor médio de um smartphone chegou ao fim de setembro a R$ 962,92, alta de 11% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando havia ficado em R$ 865,53. A estimativa é que o preço chegue ao fim deste ano oscilando entre R$ 950 e R$ 980. E isso tudo apesar dos descontos dados pelas teles em suas lojas, que, em alguns casos, chega a 50%.