Canguaretama: IDEMA INTENSIFICA ESTUDO DE BALNEABILIDADE DAS PRAIAS

ponta negra

Para orientar turistas e visitantes do estado e garantir segurança na hora de escolher as praias do litoral potiguar como opção de lazer, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA) intensificou os estudos de balneabilidade das praias na alta estação e ampliou de 33 para 51 os pontos de coletas de água. Nesse mesmo período, a coleta também é ampliada para outros municípios do estado, como por exemplo, Canguaretama, Baia Formosa, Areia Branca e Tibau. 

O estudo de balneabilidade mede as condições sanitárias e classifica as praias do Rio Grande do Norte como Próprias ou Impróprias para o banho.

O Projeto que está inserido no Programa Água Azul, é custeado pelo IDEMA e realizado em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Bolsistas do Instituto, a maioria estudante do curso de gestão ambiental, fazem semanalmente a coleta de água nas praias e em seguida a análise em laboratório para saber a quantidade de coliformes fecais. Os resultados são divulgados semanalmente e as placas que mostram as condições da água da praia são atualizadas para melhor orientar os banhistas.

“Investimos o ano todo na balneabilidade para garantir o banho seguro e saudável em nossas praias e alertar o banhista quanto à qualidade da água. E no período de alta estação ampliamos para 51 os pontos de coleta”, afirmou Luiz Augusto Santiago Neto, Diretor-técnico do IDEMA.