sábado, 1 de abril de 2017

DESGOVERNO! Michel Temer Tem Pouco Tempo para Segurar a Saída de Aliados

IMG_9091
Falta um ano e meio para as eleições gerais de 2018 e o tempo vai se encurtando. A esta altura, os políticos só pensam nisso, inclusive os aliados de Michel Temer. Aquela esperança de tudo se ajeitar – o governo do peemedebista consertar a economia e ter forte influência na própria sucessão -, pode esquecer, conforme ficou claro hoje em duas más notícias para o Planalto: o desemprego recorde na casa dos 13% e a última rodada da pesquisa CNI/Ibope.

Os números já ruins da popularidade presidencial cresceram de forma consistente dezembro para cá, numa variação negativa de cerca de seis pontos, acima portanto de oscilações de margem de erro. A avaliação negativa do governo passou de 46% para 55%, a desaprovação à maneira de Temer governar subiu de 64% para 73% e o percentual dos que não confiam no presidente subiu de 72% para 79%.

A esta altura, o maior risco para o Planalto é a deserção de aliados que, já de olho na eleição do ano que vem, podem começar a achar que não será vantajoso chegar lá ao lado do atual governo. Ainda é cedo para se falar em debandada, e um ano e meio de caneta e Diário Oficial na mão podem retardar esse processo a favor do Planalto. Mas, se até meio do ano as coisas não melhorarem, nem na economia e nem na popularidade presidencial, vai ficar difícil segurar o estouro da boiada.


0 comentários:

Postar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

REGRAS PARA FAZER COMENTÁRIOS:
Se registrar e ser membro do Blog; Se identificar (não ser anônimo); Respeitar o outro; Não Conter insultos, agressões, ofensas e baixarias; A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica; Buscar através do seu comentário melhorias para nossa cidade.

A BOCA FALA AQUILO QUE O CORAÇÃO ESTÁ CHEIO. E O NOSSO ESTÁ CHEIO DE AMOR! JUNTOS SOMOS MAIS.