Mudança na imunização contra a febre amarela gera dúvidas


C-BUbLQW0AQDcvk
As placas improvisadas em alguns postos de saúde alertam: a vacinação contra a febre amarela mudou. Apesar do aviso, muita gente não compreendeu o novo protocolo de imunização. Agora, o Ministério da Saúde disponibiliza apenas uma dose da vacina. A regra é a mesma que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda desde 2014.
Na capital federal, 188 mil pessoas foram protegidas desde janeiro. Após ser notificada pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), a Secretaria de Saúde divulgou uma nota técnica detalhando as alterações. Na capital federal, este ano, houve a notificação de 41 suspeitas — em 2016 ocorreram 21. A morte de 37 macacos é investigada.