Pressão: Temer desfaz maldades da Nova Previdência

Como repetem passivamente alguns cientistas políticos e jornalistas, no Congresso Nacional nada que preste germina. De acordo com outra premissa surrada, o Parlamento não representa os brasileiros.
Afinal, como sabido à larga, deputados e senadores chegaram em Brasília a pé. Os votos livres que os elegem e reelegem são uma abstração. Na esteira deste raciocínio, a culpa é sempre do eleito, nunca do eleitor.
Não ocorre àquela grei que o fato de um parlamentar buscar vantagens pessoais (e a maioria faz exatamente isto) não o impede de atender o eleitorado. Contraditório? O mundo não é linear; tampouco a política.
OPI-002.eps