Reforma trabalhista provoca desemprego e perda salarial

IMG_3089

Visões conflitantes sobre o Projeto de Lei da Câmara (PLC 38/2017) que trata da reforma trabalhista – aprovada recentemente pela Câmara – foram apresentadas nesta quarta-feira (10) em audiência pública conjunta das comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e Assuntos Sociais (CAS) para debater a proposta em tramitação no Senado.
O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra da Silva Martins Filho, apresentou pontos, em sua avaliação, aspectos positivos da proposta afirmando que a reforma trará mais segurança jurídica ao ambiente da justiça do trabalho e, adotando a posição governista, garantindo que a proposta ampliará a geração de empregos no País.