Suspeita de investigação contra Fachin provoca nova briga entre Executivo e Judiciário


IMG_5104

A suspeita de que o presidente Michel Temer usou a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para investigar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin provocou um novo atrito entre Executivo e Judiciário, em meio à expectativa de denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o peemedebista.


De acordo com edição da revista Veja publicada neste fim de semana, um auxiliar do presidente contou que o governo acionou o serviço secreto para investigar a vida do ministro com o objetivo de encontrar informações que possam questionar sua atuação como relator da Lava Jato no STF.