segunda-feira, 17 de julho de 2017

Canguaretama: CERCA DE OITO MIL FIÉIS PARTICIPARAM DA CELEBRAÇÃO AOS MARTÍRES DE CUNHAÚ




Cerca de 8 mil devotos celebraram neste domingo, 16, a festa dos Mártires de Cunhaú, na cidade de Canguaretama, a 70 km de Natal, massacrados por invasores holandeses e índios tapuias em 16 de julho de 1645, por terem se negado a renegar a fé católica. Parte desses mártires será canonizada em outubro, pelo Vaticano.

A peregrinação organizada pela Arquidiocese de Natal começou com romaria de ciclistas, incluiu duas missas e encenação teatral no pátio da capela colonial de Nossa Senhora das Candeias, onde o padre André de Soveral e mais de 60 fiéis foram mortos na missa dominical, há 372 anos.

“Os mártires, somados aos assassinados em Uruaçu, município de São Gonçalo do Amarante (RN) em 3 de outubro (também de 1645) somam perto de 150 vítimas, mas só 30 serão canonizados – os que têm a identidade conhecida”, disse padre José Neto, responsável pela capela de Cunhaú. Dois dos beatos do local, na época um engenho de cana, são o padre André e Domingos de Carvalho, um dos administradores da propriedade.

O arcebispo de Natal, d. Jaime Vieira Rocha, espera que 500 pessoas viajem ao Vaticano para assistir à canonização, marcada para 15 de outubro. 

“A canonização dos mártires é muito importante para o Brasil, porque eles representam o povo simples e valorizam a fé, especialmente o culto da Eucaristia e a frequência à missa dominical”, disse o arcebispo. O Santíssimo Sacramento e o testemunho de cristãos que deram a vida pela fé foram os pontos salientados ontem na missa. 





#Fonte: O Estadão


0 comentários:

Postar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

REGRAS PARA FAZER COMENTÁRIOS:
Se registrar e ser membro do Blog; Se identificar (não ser anônimo); Respeitar o outro; Não Conter insultos, agressões, ofensas e baixarias; A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica; Buscar através do seu comentário melhorias para nossa cidade.

A BOCA FALA AQUILO QUE O CORAÇÃO ESTÁ CHEIO. E O NOSSO ESTÁ CHEIO DE AMOR! JUNTOS SOMOS MAIS.