Bactérias Presentes no Intestino Contribuem para a Propagação do Aedes aegypti

Apontada como preponderante no desenvolvimento de doenças em humanos, como a esclerose múltipla e a artrite reumatoide, a flora intestinal também pode ser determinante para a existência do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da febre amarela, da chicungunha e do zika vírus. É o que mostra um estudo internacional divulgado na última edição da revista Science Advances.

Segundo os autores, as bactérias presentes no intestino desse inseto, além de interferir no desenvolvimento dele, podem contribuir para que propague os males infecciosos. Intervenções focadas nelas, portanto, podem se tornar um importante mecanismo preventivo.

Comentários