Canguaretama: Confira Lugares Incríveis no RN para Incluir na Próxima Viagem; Barra de Cunhaú é um Paraiso


Do Blog Quanto Custa Viajar
Quem adora o verão logo pensa numa viagem para o ensolarado Nordeste. Rodeado de muitas belezas naturais, fica fácil se apaixonar por cada cantinho dessa região, da Bahia ao Ceará. Entre as cidades mais procuradas pelos brasileiros também está Natal, ponto de partida para também conhecer outros lugares incríveis no Rio Grande do Norte, daqueles que nem parecem de verdade.


Muitas das mais famosas atrações do estado ficam, na verdade, a poucos quilômetros da capital, como é o caso de Genipabu, um verdadeiro oásis em meio às dunas, com uma lagoa no meio. Casais buscam refúgio em São Miguel do Gostoso, com praias tranquilas, limpas, rodeadas de verde e com boa infraestrutura.


Outro ponto de bastante procura é o maior cajueiro do mundo, que fica em Parnamirim, a 25 km de distância de Natal. Registrado no Guinness Book, a copa da árvore frutífera ocupa o espaço equivalente a um campo de futebol e tem cerca de 120 anos de idade. É no mesmo município que se encontra o Centro de Lançamento de Foguetes da Barreira do Inferno, primeira base do tipo no país, e a bela praia de Pirangi do Norte, propícia para mergulho e snorkel entre os arrecifes de corais.

areia-branca
Já a região chamada de Pólo Costa Branca é uma mistura de pólos industriais, caatinga e pitorescas vilas de pescadores. É por lá que se encontram as salineiras de Mossoró e Macau, que tem a maior do Brasil, além do deserto de Alagamar. O trecho também possui belas praias, como Galinhos, e muitos sítios arqueológicos e paleontológicos.
pico-do-cabugi-lajes
Foto: Alex Uchoa
dunas-do-rosado
Em Areia Branca se destacam as paisagens surreais das Dunas do Rosado e da Ponta do Mel, onde o sertão encontra o mar azul. As falésias avermelhadas formam a praia do Morro Rosado, em Porto do Mangue, também parte do Pólo Costa Branca.


Rio Grande do Norte também é dona do único vulcão extinto do Brasil que mantém sua forma original, o Pico do Cabuji, no município de Angicos, a 141 km de Natal. Para quem curte se aventurar entre serras e montanhas, o estado também é um prato cheio. Em Patu é comum a prática de asa-delta e trekking, enquanto em Felipe Guerra estão belas e refrescantes cachoeiras, além de grutas e do lago Olho d’Água, extremamente azul e cristalina.

olho-dagua-das-galegas-felipe-guerra
Ainda pouco exploradas, as terras potiguares contam com mais de mil cavernas catalogadas. Oito delas compõe um roteiro para aventureiros de plantão: Furna Feia (Parque Nacional, em Mossoró), Furna Nova (Mossoró), Abrigo do Letreiro (Mossoró), Poço Feio (Governador Dix-Sept Rosado), Gruta dos Crotes (Felipe Guerra), Gruta da Carrapateira (Felipe Guerra), Gruta da Catedral (Felipe Guerra) e Casa de Pedra (Martins).



Ainda na parte oeste de RN está um dos sítios arqueológicos mais importantes do Brasil. A 335 km da capital, Lajedo de Soledade possui uma rocha calcária do período paleolítico, além de pinturas rupestres e fósseis de animais pré-históricos, da era Glacial, como mastodontes e tigres-dente-desabre. É possível caminhar entre o carstse, relevo geológico que é resultado da corrosão das rochas.


Por fim, tem a curiosa Árvore do Amor, em Maxaranguape, que parece ter sido arrastada pelo vento. Uma lenda que atravessa os tempos diz que “o casal que se beijar embaixo do arco formado pelos troncos da árvore nunca irá se separar”. Estando lá, melhor tentar, não?


Confira mais cidades para se visitar no Rio Grande do Norte e boa viagem!

Maracajaú
maracaju
Caicó
caico
Baía Formosa
baia-formosa
Tibau do Sul
praia-do-amor-tibau-do-sultibau-do-sul

Barra de Cunháu um belo lugar para descansar, conhecer manguezais, e praticar esporte aquático.
 
Barra do Cunhaú
barra-do-cunhau2
galinhos-rn
Martins
martins-rn
serra-de-martins

Comentários