terça-feira, 26 de setembro de 2017

Clonagem de Cartão de Crédito

A clonagem de cartão de crédito está se amplificando e fazendo muitas vítimas no Brasil. De acordo com a pesquisa Crimes Eletrônicos, no ano passado, 42,4 milhões de brasileiros foram vítimas de crimes virtuais. Em comparação com 2015, houve um aumento de 10% no número de ataques digitais. A clonagem de cartão representa quase a metade desse número. Diante disso, é preciso ter muita cautela.

Caso apareça na sua fatura uma cobrança absurda, comunique imediatamente a sua operadora de cartão de crédito. Não esqueça de anotar o protocolo da ligação. Além disso, procure uma delegacia e informe sobre o crime.

Para ajudar os usuários de cartões de crédito que muitas vezes não sabem o risco que correm de ter o objeto clonado, o portal, Olhar Digital, elaborou cinco dicas que devem ser usadas no cotidiano. 

Confira:
1. Senha
A senha do cartão só pode ser pedida no caixa eletrônico ou maquininhas de cartões, por isso, se um site além do seu banco pedir a PIN, desconfie. Além disso, cubra com a sua mão o teclado na hora de digitar a senha, principalmente em caixas eletrônicos, pois o equipamento pode ter sido adulterado e uma câmera pode estar escondida.
2. Segurança na internet
Ao realizar compras pela internet, verifique se o site possui uma certificação de segurança, que é o cadeado de segurança ou HTTPS. Além disso, faça compra somente em lojas de confiança e confira se a página é a original.
3. Caixas eletrônicos
Evite usar o seu cartão em locais de risco, como os caixas eletrônicos da rua e de espaços públicos menos controlados, pois esses equipamentos podem ser facilmente adulterados. Caso você perceba algo errado com a máquina, como a tampa frontal solta, evite colocar o cartão, já que os criminosos podem ter instalado um skimmer, também conhecido como chupa-cabra, para roubar os dados dos usuários.
4. Acessar conta bancária
Evite acessar sua conta bancária, tanto no site, quanto via aplicativo, em dispositivos público e de terceiros, ou então quando estiver conectado a uma rede de Wi-Fi pública.
5. Controle
Verifique a fatura do cartão regularmente e, caso haja uma transação indevida, comunique o seu banco imediatamente. Também é uma opção ativar serviços de SMS oferecidos pelo banco que avisam sobre qualquer movimentação realizada com o seu cartão. (Foto reprodução: Fotos Públicas)

0 comentários:

Postar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

REGRAS PARA FAZER COMENTÁRIOS:
Se registrar e ser membro do Blog; Se identificar (não ser anônimo); Respeitar o outro; Não Conter insultos, agressões, ofensas e baixarias; A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica; Buscar através do seu comentário melhorias para nossa cidade.

A BOCA FALA AQUILO QUE O CORAÇÃO ESTÁ CHEIO. E O NOSSO ESTÁ CHEIO DE AMOR! JUNTOS SOMOS MAIS.