ELEIÇÕES 2018: Fragmentação da Direita Fortalece Lula e Ciro


Incapaz de se unir em torno de um candidato, a direita brasileira se divide entre vários nomes, fortalecendo candidaturas do campo progressista; à esquerda, o nome mais forte é do ex-presidente Lula, que, se vier a ser impedido de disputar por um tapetão judicial, abrirá mais espaço para Ciro Gomes.
 
À direita, já despontam as candidaturas de Geraldo Alckmin, pelo PSDB, João Doria, pelo DEM, Henrique Meirelles, pelo PSD, Marina Silva, pela Rede, Alvaro Dias, pelo Podemos, e Jair Bolsonaro – ou seja, seis nomes disputando um mesmo nicho