FURACÃO IRMA ATINGE A FLÓRIDA E CAUSA MORTES


Com ventos de 210 km/h, o furacão Irma deixou mais de 1 milhão de pessoas sem energia elétrica na Flórida (Estados Unidos) neste domingo (10) ao avançar na direção da Costa do Golfo, ameaçando provocar inundações potencialmente catastróficas.
Em Miami, os ventos derrubaram um guindaste, árvores e placas e abalaram prédios na cidade, que fica a cerca de 160 quilômetros do núcleo do Irma. Na região central, as ruas estavam inundadas.
No início da tarde, o furacão Irma perdeu um pouco de força, caindo da categoria 4 para a 3, com ventos de 195 km/h, após deixar o arquipélago de Keys, no sul da Flórida, informou o NHC (sigla em inglês para Centro Nacional de Furacões).
Após provocar destruição no Caribe, o centro do furacão estava localizado 48 quilômetros ao sul de Naples às 15h (horário de Brasília), a caminho da costa oeste do Estado. Ondas de tempestade –água levada pelos ventos– de até 4,6 metros são possíveis, de acordo com o NHC.
“Estou muito preocupado com a costa oeste”, disse o governador da Flórida, Rick Scott, à Fox News neste domingo. A faixa costeira tem cidades como Tampa e São Petersburgo.
Do UOL

Comentários