Governador da PB, Ricardo Coutinho defende união e Projeto Único das Oposições para Salvar o Brasil

O governador Ricardo Coutinho fez nesta segunda-feira (2) uma análise da conjuntura política nacional e descartou ser candidato a vice-presidente da República em uma chapa encabeçada pelo presidenciável Ciro Gomes, ex-governador do Ceará. “Não pretendo deixar o governo”, destacou.

O governador defendeu que antes de discutir candidatura é preciso saber se esses partidos têm compromisso em construir uma alternativa única e vencer as eleições com um programa que possa tirar o Brasil dessa situação”, comentou

Ricardo Coutinho disse que considera Ciro um cidadão importante nessa conjuntura, “Mas acho que todos nós precisamos fazer um esforço muito grande, para somar as forças democráticas e populares”. O governador pregou a união dos partidos de oposição: “Forças desse campo, Lula (PT), Ciro Gomes… têm que ter capacidade de retomar a caminhada fundamental para o Brasil. É uma questão de vida ou morte”.