JBS faz a segunda denúncia de caixa dois ao marqueteiro de Aécio Neves



Ex-executivo da J&F e delator na Lava Jato, Ricardo Saud revelou que Paulo Vasconcelos recebeu R$ 12,3 milhões em caixa 2 na campanha presidencial de Aécio Neves em 2014; "Não tenho nenhum serviço desse cara", disse Saud, apesar de afirmar que o marqueteiro da campanha tucana emitiu notas fiscais em nome da JBS. 

Declaração consta em novo áudio que revela uma conversa entre o delator e Frederico Pacheco de Medeiros, o Fred, primo de Aécio, encarregado de receber outros R$ 2 milhões pedidos pelo tucano ao empresário Joesley Batista; marqueteiro de Aécio já havia sido delatado pela Odebrecht, que afirmou ter simulado um contrato de R$ 4,8 milhões.





#Fonte: Brasil 247