AINDA DÁ TEMPO!! Michel Temer “Quase Renunciou” em Maio, diz Aliado


Um dos aliados mais próximos de Michel Temer, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), integrante da tropa que liderou a rejeição das duas denúncias da PGR (Procuradoria-Geral da República), afirmou —em sessão sigilosa da CPI da JBS— que o peemedebista cogitou seriamente renunciar quando as gravações de Joesley Batista vieram à tona, em maio.

 "Ele [Joesley] quase derrubou o presidente naquele dia 17. O complô era pro dia 18 o presidente renunciar. Quase conseguiu fazer o presidente renunciar! [eleva a voz] E quem tá lhe falando é quem tava dentro do gabinete!". 

Auxiliares confirmaram reservadamente à época que uma carta de renúncia chegou a ser redigida, mas o texto acabou nunca vindo a público. Oficialmente, ela nunca existiu.






#Fonte: Brasil 247