Facebook na Mira


O Facebook entrou nessa terça-feira, 20, na mira de governos e agências regulatórias nos Estados Unidos e na Europa, três dias depois das revelações de que a empresa de inteligência Cambridge Analytica obteve, de forma ilícita, dados pessoais de 50 milhões de usuários da rede social.

Isso permitiu que a empresa criasse ações de marketing digital para influenciar as eleições americanas que levaram Donald Trump à presidência e o referendo pré-Brexit, que decidiu pela separação do Reino Unido da União Europeia.